comportamento · Entretenimento · Textos · Tudo.

Por que você?

Ontem meu dia foi cansativo, daqueles que você conta os minutos para acabar. Passei o dia olhando para tela do computador, sem ter ideia do rumo que minha vida está levando. As vezes as coisas ficam desconexas, né? As notificações no celular mostram as mensagem de algumas amigas fofocando e fazendo piadas sobre coisas que no fundo não me interessam. Levantei pra tomar um ar, olhei pro espelho e aquele suspiro de “porra, que dia mais inútil, hein?” voltou a me visitar.
Felizmente chegou às 18h, estou emotiva, e o ponto de ônibus super gelado me faz querer chorar. Isso tudo tem me saturado. Parece que penso muito em tudo e nada faz sentido. O que eu to fazendo aqui? O que eu estou vivendo, e principalmente, o que eu vou viver nos próximos anos? Sei lá, respirei e segui a viagem pra casa. No meio do caminho uma mensagem conseguiu, enfim, me arrancar um sorriso, era você perguntando se eu queria te encontrar. Aceitei, claro.
Entrei no seu carro e tava tudo quentinho. Você começou a contar sobre o seu trabalho, academia, e de repente eu já nem lembrava mais da tela do meu computador. Você me perguntou sobre meu dia, o nó na garganta apertou, foi horrível, mas te encontrar foi tão bom que eu já até esqueci, então eu respondi “foi bom”. E realmente foi, porque eu terminei te encontrando, porque eu terminei pensando que não importa o quanto algumas coisas sejam difíceis, vale a pena olhar para os presentes bons que a vida me dá. Sejamos realistas, nem sempre os meus dias serão bons, mas nem sempre serão ruins também.

Resultado de imagem para gif pensamentos tumblr
Você me perguntou, por que você? E minha única resposta é: porque depois de você, eu reconheci uma versão de mim que ninguém nunca despertou. Nem eu, com toda minha autossuficiência tinha percebido o quanto era bom ter um companheiro, provavelmente porque eu nunca tive um realmente. Porque eu olho pra você e nada é obrigação, não me desespero, me sinto livre pra planejar qualquer coisa ao seu lado.

Depois que te conheci ganhei um amigo, cheio de defeitos e qualidades, um namorado que me faz morrer de ciúmes, de raiva, e ao mesmo tempo de alegria e vontade. Que me respeita e luta para conquistar a confiança que eu não tenho e não terei facilmente. Não que eu precisasse necessariamente ter isso, nunca precisei. Mas sem ter a intenção, você fez o que ninguém nunca foi capaz: despertou um carinho em mim, depois de tudo. Me fez querer uma vida a dois. Não tem um motivo especial para ser você, é fato que, assim como eu, você é só mais um no mundo, vivendo. Mas é você, porque eu sinto que é, porque eu sei que é, porque eu quero que seja e farei ser para o resto da minha vida.
É você, porque quando eu enfrentar um dia “daqueles”, que me fazem questionar todos os meus caminhos, eu quero lembrar que não importa por onde eu andar, não importa quantas dúvidas eu tiver, no fim do dia eu vou poder compartilhar minhas dores e alegrias com a minha maior certeza: você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s